quarta-feira, 13 de agosto de 2014

És o meu avôzinho avôzão

Sempre cuidaste de mim, sempre me aturaste, sempre brincaste comigo... sempre me deste tudo o que podias, sempre fizeste de tudo para me ver feliz e principalmente sempre foste um segundo pai para mim, por isso que te adoro, te acarinho tanto! 
E é quando recordo as fotos antigas que mais saudades tenho de quando tudo era perfeito...
Que mais saudades tenho do teu sorriso que me aquecia o coração...
Que mais saudades tenho das nossas brincadeiras, das nossas maluquices...
Que mais saudades tenho dos nossos passeios...
Que mais saudades tenho dos momentos que passavam rapidamente quando aturávamos a pequenita...
Que mais saudades tenho de quando me chamavas "salta-pucinhas", de quando dizias que eu tinha bichos carpinteiros...
Enfim, é quando recordo as fotos mais antigas que mais saudades tenho de quando tu eras tu, não é que agora não sejas tu, é só que antes eu sabia que não estavas lá só fisicamente, sabia que também estavas mentalmente, sabia que estavas sempre lá...
És que nem um pai para mim e isso nunca vai mudar! Vais continuar sempre a ser aquele que venero e que amo!!!
Mas que posso eu dizer mais se não existem palavras para descrever aquilo que és para mim, não existem atitudes suficientemente capazes de mostrarem o quão grande és, o quão especial, gostava que houvesse uma única palavra ou atitude capaz de te descrever, de descrever o quão importante és, por muito que diga ou faça nunca nada vai ser suficiente para demonstrar o quão te adoro e o quão perfeito és para mim!!




Sem comentários:

Enviar um comentário