quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Hetero, homo ou bi, que interessa?

Para mim é tudo igual, quer gostem de rapazes ou raparigas são a mesma pessoa, ninguém tem nada a ver com isso... O importante é serem felizes!
E quanto ao casamento homossexual, também acho que casamos com quem queremos, na minha opinião o amor é mais importante que o resto. Julgo que devem ter exatamente os mesmos direitos que os heteros, incluindo a adoção. Eu acho que é preferível uma criança ser adotada por um casal homossexual em vez de estar a ser maltratada em instituições e por casais heterossexuais. Mas penso que (tal como alguém que conheço disse) nesses casos poderia haver, como também existe na adoção heterossexual,  um acompanhamento de uma assistente social, mas que nestes casos fosse mais presente.
Apesar de hetero, admiro muito aqueles que se assumem perante a sociedade como gays/lésbicas ou bis. E acho que os que não assumem deviam assumir e se têm medo de o fazer é culpa da sociedade de merda que temos.
Pior é quando a própria pessoa não consegue aceitar o facto de ter uma orientação sexual diferente, mas acho que isso também vai da maneira de como foram educadas,  por vezes quando se cresce numa família que seja completamente homofóbica é bastante difícil não só assumir-se perante a sociedade como também perante ela própria.

Sem comentários:

Enviar um comentário