terça-feira, 26 de agosto de 2014

"Talvez "certo" se torne o nosso "para sempre"."


Acabei agora mesmo de ver, pela primeira vez,  o filme "A Culpa é das Estrelas", não vou dizer que chorei, porque se o disse-se mentiria, mas vontade não me faltou,  apetecia-me chorar mas simplesmente nenhuma lágrima caiu... Podem dizer o que quiserem mas este tipo de filmes é daqueles que mais que mais gosto de ver, talvez porque me fazem pensar,  me fazem refletir sobre o que é a vida,  o que é o amor... Fazem-me pensar, não com o cérebro, mas com o coração! Sou muito sensível,  apesar de por vezes não o demonstrar, adoro tudo o que me faça pensar... Pensar no que estamos a fazer neste mundo, no que é o amor verdadeiro, sobre o papel que desempenho neste mundo cruel. Pode parecer estranho "pensar com o coração", afinal pela lógica isso é impossível, mas para mim é de onde vêm as palavras que escrevo,  do coração! 
Quando se vê o filme "A Culpa é das Estrelas" as pessoas mais sensíveis conseguem refletir sobre o papel que cada um desempenha no mundo... Quantas vezes nós não damos valor àquilo que temos? Quantas vezes não desejamos ter outra vida? Não ter nascido quando algo nos corre mal... Eu própria já fiquei zangada por os meus pais não me terem dado aquilo que eu queria, mas para quê isso? Para quê zangarmos-nos por coisas tão insignificantes quando todos dias morrem pessoas de cancro,  pessoas que lutaram até ao último segundo,  pessoas que só queriam um dia mais de vida,  um minuto mais de saúde... Devíamos agradecer e dar valor áquilo que temos,  pois a vida pode até correr-nos mal mas há pessoas que estão piores que nós. 
Quando vejo estes filmes,  normalmente só choro na segunda vez,  não me perguntem porquê, pois eu também não sei a resposta. E o mais interessante é que a cada vez que vejo um romance como este acrescento sempre qualquer coisa à minha opinião, aprendo sempre algo mais, sinto sempre algo diferente para além da emoção...
Amei o filme e espero voltar a vê-lo. Estou também desejosa de ler o livro,  pois a emoção de ler o livro em vez de ver o filme é completamente diferente e é algo que eu gosto de sentir...


Sem comentários:

Enviar um comentário