domingo, 7 de dezembro de 2014

#TimothyGreen "Tudo é possível."


Acabei agora mesmo de ver, pela primeira vez,  o filme "A Estranha Vida de Timothy Green", mais uma vez não vou dizer que chorei, apetecia-me chorar mas simplesmente, novamente, nenhuma lágrima caiu...
Amei o filme, não sei definir o que estou a sentir neste preciso momento. Nem sei se hei-de ficar feliz ou triste... A única coisa que sei é que este foi um dos melhores filmes que já vi na vida!
Quando se vê o filme "A Estranha Vida de Timothy Green" ficamos a pensar no porquê da nossa existência, o que estamos nós a fazer neste mundo afinal? Muitas vezes só damos valor quando perdemos. Mas devíamos saber agradecer e dar valor enquanto ainda podemos!
O que me fez amar a história do filme foi a originalidade, "A estranha vida de Timothy Green" é muito original, não tem um "final feliz" como maior parte dos filmes, tem um "The End" próprio - algo que infelizmente não se vê com muita frequência. 
Fiquei a pensar e a pensar... E lembrei-me do meu avô, you know, sei que um dia ele vai partir, tal como Timothy, sei que um dia não vou mais abraçá-lo, sei que um dia não vou mais tocá-lo... Mas pronto. Eu tencionava escrever um longo texto sobre o filme, mas simplesmente não tenho palavras, é-me impossivel, descrever o que sinto em relação a ele se nem eu mesma consigo descobrir...
Well, apesar de estar (supostamente) considerado uma comédia, a história do filme é, acima de tudo, um drama, uma reflexão sobre a família e sobre a importância de algumas pessoas. 
"A estranha vida de Timothy Green" é um presente para todos, é tudo muito intenso.

Sem comentários:

Enviar um comentário