sábado, 28 de março de 2015

ღ Dedicatória: A. ღ


Lembras-te como nos conhecemos? Já foi há tanto tempo, já lá vão 13 anos, foi no infantário, eu tinha 5 anos e tu 3.
Estivemos alguns anos sem contacto e quando reentraste na minha vida, procurava alguém que quando visse uma lágrima no canto do meu olho a limpasse, era tudo o que eu queria. Nada mais! Procurava alguém com quem pudesse partilhar aqueles risos sobre coisas sem piada, aqueles abraços que sabem bem, a qualquer momento. Sabes aqueles momentos em que queres chorar, mas não o fazes porque não queres parecer fraca? Até nesses momentos sabes que não estou bem, não preciso sequer de abrir a boca. Aquelas coisas parvas, aquelas conversas ou chats em código que só nós percebemos.
Queria uma pessoa que soubesse o que estava a sentir, apenas com um simples olhar. Queria alguém que fosse o meu porto de abrigo de todas aquelas cenas parvas que me afetassem. Queria um amigo (verdadeiro). Queria um amigo que me limpasse as lágrimas e me apoiasse.
E foi em 2012 que tu apareceste (outra vez) na minha vida, mas discutíamos por tudo e por nada, andávamos quase sempre zangados, até que, em 2013, no fim de uma zanga de quase 2 meses que entraste, desta vez de forma definitiva, na minha vida. Ao inicio fechavas-te em copas e não me deixavas entrar no teu mundo, aí era quando estavas mal. Mas aos poucos foste começando a "abrir-te", a contar-me tudo e mais alguma coisa... E foi em Novembro do ano passado, quando eu pensava que não me podias surpreender mais, que me contaste aquilo que te fazia, por vezes, afastar-te, lembras-te o quão chocada eu fiquei? Ahahahah
És das melhores pessoas que já conheci, conheces-me melhor que ninguém e faltam-me as palavras para dizer o quão especial és para mim... Um simples olhar é o suficiente para nos percebermos, basta uma troca de olhares para desatarmos a rir, basta um gesto para comunicarmos. És aquele puto estúpido, louco, chato, parvo, que me chateia. Mas também és aquele que me dá na cabeça, que é sempre sincero... Que me atura as paranóias, que me alegra quando estou mal. Aquele que está lá sempre e que me apoia. Enfim... És o meu Melhor Amigo, o meu mano, o meu puto, o meu parvo, o meu tudo! E eu não tenho palavras para descrever, para dizer, tudo aquilo que significas para mim!! Tu completas o meu mundo, completas o meu coração e eu amo-te por tudo aquilo que és!!
Amo-te Melhor Amigo!!! ♥♥♥

Sem comentários:

Enviar um comentário